sexta-feira, 7 de outubro de 2005

Economia detona Mercado em entrevista mais do que exclusiva

No dia 27 de agosto, A Primeira Vítima publicou uma entrevista com o Mercado. Agora, com a exclusividade da exclusividade, o APV entrevista a Senhora do Mundo, Dona Economia, que decidiu sair do anonimato e mostrar para o Mercado quem é que manda nessa pocilga chamada Terra

Do enviado especial a todos os paraísos fiscais, com direito a hotel cinco estrelas e crédito ilimitado para compras

"Corta logo a frescura e pergunta o que cê quer saber." Foi com essa frase curta e grossa que Dona Economia começou a entrevista. Sem mais delongas, o intrépido repórter de APV partiu para a agressão, ou melhor, para as perguntas.

APV: Por que tanto nervosismo?
E: Porque vocês são foda no bom e no mau sentido. Eu estava quieta no meu canto, curtindo minha humilde posição de ditadora mundial, quando vocês conseguiram entrevistar o Mercado. Pra que vocês tinham que fazer isso? Agora esse moleque pensa que é gente e fica por ai cantando de galo. Mas não posso deixar de dar o crédito pelo furo, por isso, fiz questão de dar a entrevista para o mesmo veículo que conversou com aquele delinqüente.

APV: Qual a razão de tanta raiva contra o sr. Mercado?
E: Escuta aqui, se você continuar com perguntas simples e diretas, eu não vou mais falar. Para conversar comigo, precisa elocubrar, elaborar, reelaborar e deselaborar a pergunta. Mas como você falou daquele pivete, eu vou responder. É tudo uma questão de hierarquia e ordem das coisas, entende? Se você fizer uma breve pesquisa, vai perceber que o Mercado está dentro da Economia e não o contrário, portanto, eu sou muito mais importante. Sou uma ciência, sou um modo de vida, sou uma ditadora, sou uma deusa, sou tudo! Ele é só uma parte de mim.

APV: Segundo o querido dicionário e pai dos espertos Bouaiss, parte significa qualquer porção de um todo, mas a expressão “parte de mim” indica uma relação de proximidade entre os objetos. Com todo o respeito, a senhora é mãe do Sr. Mercado?
E: Puta merda, vocês são foda mesmo! Como você descobriu? Ninguém tinha percebido isso até o momento. O Mercado é um dos meus muitos filhos. Entretanto, ao contrário dos outros, é o que faz mais sucesso. Por isso, decidiu dar uma de rebelde. Depois da entrevista para vocês, ele comprou uma Febbari, instalou um som superpotente e foi para Wall Street, em Nova York. Antes de começar o pregão, ele pára o carro em frente à Bolsa de Valores e liga o som no máximo.

APV: De acordo com a Primeiríssima Emenda da Constituição do maior e melhor país do mundo, todas as pessoas são livres para se expressar. No humilde ponto de vista desse repórter que vos fala, seu filho está apenas tentando se expressar. Então, qual é o problema com o som do carro?
E: Rapazinho, antes que eu me esqueça, qual é o nome do seu país mesmo?

APV: Brasil, minha senhora. Por quê?
E: Só para eu me lembrar onde vai começar a próxima crise econômica, caso você continue me importunando. Acho que os brasileiros iam gostar de saber que a palavra “real” também tem a ver com a mais dura realidade. Estamos entendidos?

APV: Perfeitamente. Mas, com todo o respeito que vossa dignidade merece, qual é o problema com o som do carro?
E: Você é peitudo, meu filho, isso eu tenho que reconhecer. Colocar em risco o futuro econômico de uma nação só por causa de uma pergunta, isso sim é jornalismo de verdade. Só é bonito quando sai sangue, né? Concordo que o Mercado tenha o direito de se expressar, afinal, a humanidade assiste passivamente aos meus rompantes de loucura, quando estou com enxaqueca. Cada vez que a cabeça lateja, eu crio uma crise econômica nova para aliviar a dor. Nem queira saber o que acontece quando o meu remédio tarja preta acaba. É literalmente uma loucuuura!

APV: A senhora está me enrolando e me força a usar métodos mais rígidos de tortura, ou melhor, de entrevista. Se você não colaborar, serei obrigado a revelar o que aconteceu naquela noite em que a Economia se vendeu para os Estados Unidos e jurou eterna fidelidade. O que a senhora me diz?
E: OK, você venceu. Não poderia esperar chantagem melhor de um repórter, vocês de APV são o máximo. Parabéns! O nome da música é “Fonk do Mercadão”. O refrão é algo como “Mercadão, Mercadão, é o gostosão! Superou todo mundo e mandou a mamãe Economia para o Bonde do Trigão. Vai mamãe, vai mamãe, vai que não dói.” Fui...

2 comentários:

vente disse...

Vous avez un blog très agréable et je l'aime, je vais placer un lien de retour à lui dans un de mon blogs qui égale votre contenu. Il peut prendre quelques jours mais je ferai besure pour poster un nouveau commentaire avec le lien arrière.

Merci pour est un bon blogger.

nope disse...

Hi,

I'm sorry for being intrusive in to your blog. But I am Melissa and I am a mother of two that is just trying to get out of an incredible financial debt. See my hubby is away in Iraq trying to protect this great country that we live in, and I am at home with our two kids telling bill collectors please be patiant. When my husband returns from war we will beable to catch up on our payments. We have already had are 2001 Ford repossessed from the bank, and are now down to a 83 buick that is rusted from front to back and the heater don't work, and tire tax is due in November.

I'm not asking for your pitty because we got our ownselfs into this mess but we would love you and thank you in our prayers if you would just keep this link on your blog for others to view.

God Bless You.

Melissa K. W.
To see my family view this page. My Family

Full Software Download - Get full access to thousands of applications!

Restore, Fix & Clean Up Your Registry Files and Errors in Windows. Does your PC crash, is your system running slow or are you receiving regular error messages? This program will scan your system registry and hard drive for invalid file and system references for free. These invalid references cause system instability, PC errors, constant crashes, and general system slowdowns.

XoftSpy - The Latest in Anti-Spyware & Adware Technology