sexta-feira, 2 de setembro de 2005

Gerardo Alquimim fala sobre furacão nos EUA

Para governador, faltou planejamento por parte das autoridades da Louisiana

Direto do Palácio dos Bandeirantes*
Com release

Em entrevista coletiva realizada às 4h30 da manhã desta sexta-feira, o governador, trabalhador e competente Gerardo Alquimim falou sobre o desastre causado pelo furacão Samantha Katrina nos EUA. “Se eles tivessem feito no rio Mississipi as obras que nós fizemos para controlar as enchentes do Tietê, a tragédia teria proporções muito menores. Acho que faltou empenho, trabalho, competência e, principalmente, planejamento das autoridades da Louisiana e da presidência dos EUA”.

Apesar de estar trajando um pijama que estampava a frase “Choque de Gestão em 2006. Alquimim presidente”, o governador negou veementemente que seja candidato à Presidência da República. “Não estou interessado nisso, vocês da imprensa é que querem antecipar as eleições. Quero continuar trabalhando pelo meu Estado com seriedade e competência. Quanto ao atual governo, a única coisa que posso fazer é lamentar. Aliás, voltando ao assunto do furacão, acho que a tragédia foi culpa do Palácio do Planalto, que, com uma série de jeitinhos para governar, acabou influenciando mal a administração da Casa Branca”.

Antes de sair para o seu tradicional cooper das 5 da manhã, Alquimim, que havia ficado acordado até às 3h30 para trabalhar com competência e seriedade, fez questão de ressaltar que, após dez anos, o projeto para reestruturação da Febem já está saindo do papel. “Não entendo essa pressa da imprensa, vocês querem mesmo antecipar tudo. Volto a reiterar: estamos realizando um trabalho sério e de longo prazo, que logo, logo vai dar frutos. Vamos fazer com a Febem exatamente o que estamos fazendo com a educação nas universidades públicas”.

*Nota da Redação: Assim como as demais publicações de grande circulação nacional, A Primeira Vítima continua mantendo o compromisso de abrir periodicamente espaço em seu noticiário para o governador poder dizer o que quiser.

Um comentário:

Ana Daltro disse...

Muito boa! Hehehe...