sexta-feira, 31 de março de 2006

Editorial: Pefelê é São Paulo, Pefelê é Brasil!

A mui grandiosa direção d’A Primeira Vítima vem, por meio deste editorial, exaltar a recente conquista do Pefelê, que, em menos de duas semanas, assumiu o comando da prefeitura de São Paulo e do governo do estado. Imaginamos como os cidadãos paulistanos e paulistas devem estar contentes por terem prefeito e governador tão representativos e idôneos quanto Gilbert Kachabi e Kláudio Lambo. Temos a certeza de que, quando estes mesmos eleitores votaram em Zozé Cerro e Gerardo Alquimim, já previam que Kachabi e Lambo herdariam, respectivamente, seus lugares. O cálculo foi mesmo preciso, e o sonho de todos se tornou realidade!

A ascensão destes dois nobres políticos, bastiões da ética e da moralidade, símbolos da luta contra a ditadura, é um “verdadeiro presente de Deus que o Peessedebê dá aos eleitores de São Paulo”, como bem colocou o futuro presidente, Gerardo Alquimim. Assim, devemos nos orgulhar de ter sob nossas fileiras dois homens de tão grandiosa estirpe, que com certeza trabalharão firme para o desenvolvimento da cidade, do estado e, conseqüentemente, do País. Afinal, “quem sabe, sabe, vota comigo” e diz em alto e bom som: Pefelê é Brasil!


A direção

2 comentários:

Ana disse...

Tucanos calhordas, né? :(

John Renner disse...

Minha frustração é que o Zozé Cerro não foi eleito presidente em 2002. Se tivesse vencido essa eleição, ele já teria renunciado à presidência em 2004 para se candidatar à prefeitura de SP e hoje teríamos a presidenta Irrita Camada!