segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Pinel de Primeira: Queda do ministro e Bic Mac

Por Olvídio Mor Horelhãns

Acompanhamento. Em uma de suas raras viagens internacionais, o ministro da Injustiça, Raso Genrys, quis impressionar o presidente Lulla. Levou ao pé da letra recomendação de acompanhar o chefe em tudo. Resultado: conheceu de pertinho o solo boliviano.

Peça pelo número. O governo já tem definida estratégia para demover o frei Lui Flácido Capiche, em greve de fome contra a evaporação das águas do rio São Francisco. “Descobrimos que ele curte um Bic Mac”, adianta um dos emissários.

Amor à profissão. Numa bela tarde do início do mês alguns coleguinhas de um grande jornal impresso nacional se pegaram para decidir quem iria entrevistar o governador Josué Cerro. Sobraram catiripapos até para o pauteiro que propôs a idéia.

Operação à vista. A Polícia Faz-Geral prepara uma operação para desbaratar tráfico no Congresso Nacional. Trata-se de uma turminha que não passa sem uma paçoquinha antes, durante e após uma votação. “O consume é alarmante”, revela um delegado.

Graciiiinha! Novo presidente do Senado, Garimpando Elvis já colhe os louros do cargo. Além dos dividendos de praxe, ele notou o quanto a posição rende esteticamente. “Algumas jornalistas insistem em tomar nota do que digo sentadas no meu colo”, sussurou.

Visita de Primeira. O presiditador venezonaelano Cháves foi recebido para almoço. Estava acompanhado por uma cambada, que não conseguiu segurar a fúria dos repórteres d’A Primeira, que o socaram devidamente depois da censura imposta ao noticioso.

Um comentário:

Annie disse...

Hahahaha! Sensacional!