sábado, 4 de novembro de 2006

Governo palestino transfere capital para Tel-Aviv

PuCC dará curso sobre governabilidade e terrorismo atrás das grades para ministros presos em Israel

DO ENVIADO ESPECIAL AO RAMADAN

O presidente da Auto-rivalidade Nacional Palestina (ArNP), Muhamad Allá, aprovou uma lei que transfere a capital palestina para Tel-Aviv. A medida foi anunciada após a prisão do ministro palestino do Terrorismo Público, Rah Madan por tropas israelenses em Ramallah.

“Já que o primeiro escalão do nosso governo foi capturado por Israel e confinado juntamente com três quartos dos nossos deputados em prisões de Tel-Aviv, fica mais fácil governar de lá mesmo”, expressou uma liderança da Brigada dos Mártires de Habbib’s, que preferiu não se identificar nem se explodir.

Experiência de gerenciamento brasileiro
Representantes comerciais da facção criminosa Primeiro e único Comando da Capital (PuCC) já iniciaram contatos com o governo palestino após o anúncio. Eles negociam um
curso para troca de know-how sobre práticas de governabilidade e terrorismo sustentável atrás das grades. Um release do PuCC pichado num muro de Santo Amaro aponta que “em troca da nossa experiência de governo e resistência política contra a opressão”, a facção terrorista negociará a instalação de homens-bomba do Hamas nas principais delegacias paulistanas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom!

Vocês deveriam postar com mais regularidade...

annie disse...

Sensacional!

Paulinha disse...

Santo Amaro do lado de cá ou de lá do rio? Não seria Vila das Belezas?