sexta-feira, 29 de julho de 2005

Polícia toma o controle do tráfico no Vidigal

Soldados assumirão a venda de entorpecentes

Da sucursal do Rio

Demonstrando hombridade e despojamento, a Polícia Militar do Rio de Janeiro tomou na noite de ontem nove dos onze principais pontos de venda de drogas do Morro do Vidigal, na zona sul. Conforme comunicado da assessoria de imprensa do Palácio da Guanabara, a partir de amanhã, a venda de entorpecentes já estará regularizada, e sob o controle da força policial.

Na ação da polícia, quatro traficantes foram presos: o aposentado Miro Provençal, 78, acusado de liderar a quadrilha, e os menores delinqüentes M.D.O, 14, W.C.T., 5, e F.D.P, 17. Um policial foi baleado no púbis, mas passa bem. “Foi uma atitude ousada. A polícia do Rio não vai sossegar enquanto não prender todos os criminosos e usuários de droga”, declarou o Tenente Coronel Fernando Ribamar, que liderou a ação.

Amiguinho: investimentos estão garantidos
Assim que foi informado da ação, o ex-secretário de Segurança Pública do Rio e atual primeiro-cavalheiro do Estado, Armandy Amiguinho, comemorou. “Agora os investimentos sociais estão garantidos. O carioca pode ir dormir tranqüilo, que amanhã vai ter dinheiro para pagar os salários dos funcionários”, disse em entrevista improvisada na porta de uma rádio local.

O Ministro da Justiça, Cássio Mordaz Pastos, foi procurado para comentar a ação. Mas não retornou ao bip da reportagem até o fechamento da edição.

Esta reportagem concorre ao prêmio "Responsabilidade Empresarial Corporativa" no concurso "Pindamonhangaba de ouro".

Um comentário:

Ana disse...

Bom lê-los de volta, repórteres!!! HEHEHEHEHEHE! Beijossss :P