terça-feira, 23 de agosto de 2005

Polifônica, Universidade quer ouvir denúncia do minimão

Comissão de Ética convocará Mandão ainda nesta semana

Da reunião de pauta da Controladoria de Coerção Social (CCS)

O presidente da Comissão de Ética da USPi, Godofredo Fosi, afirmou que ouvirá, ainda nesta semana, o diretor do Sindicato dos Trabalhador da UP (Sintup) e presidente do Partido dos Funcionários (PF), Clecionor Mandão, para depor sobre as denúncias do suposto esquema do minimão no Conselho Unilaterário (CO ou CU, como preferir).

“Este é, sem dúvida, o caso mais importante a ser analisado pela comissão desde sua criação, em abril de 2002. São acusações gravíssimas e que merecem investigação rigorosa. Caso contrário, o mandato do reitor Delffi pode sofrer uma mácula irremovível”, disse Fosi.

Em entrevista exclusiva à repórter Julinha Botelho, de A Primeira Vítima, Mandão acusou o tesoureiro do Partido dos Professores (PP), Pecúnio Colares, de distribuir uma mesada de R$ 300 a alguns representantes do Partido Discente (PD) e do Partido dos Museus e Institutos Especializados (PMI) para garantir apoio à base aliada em votações no CO.

Segundo o dirigente pefista, o minimão teria o consentimento do presidente do PP, S. C. Sfirra, que novamente foi procurado, sem sucesso, pela reportagem de A Primeira Vítima e pela secretaria da Escola de Cooptações Com Arte (ECA).

A Comissão de Ética pretende saber se Mandão tem provas do esquema e quais seriam os representantes que receberiam os R$ 300. Segundo Fosi, caso não apresente explicações convincentes, Mandão corre o risco até de perder seu mandato de 23 anos nas cadeiras do CO e de tempo indefinido no Sintup (ninguém soube informar desde quando Mandão é diretor da entidade).

A reportagem de A Primeira Vítima esteve durante todo o dia na portaria de um dos edifícios do Conjunto Residencial da USPi (Crusp) onde o dirigente tem um apartamento funcional, mas Mandão não saiu de casa.

Foi possível apenas ouvir sua voz quando começou a cantar um dos sucessos de Celi Bata, também diretora do Sintup e cujo hobby é a música: “E quem não se juntar é babaca e é babão, é um traidor da classe, é a imagem do cão”.

Um comentário:

Ana Daltro disse...

Ameeeei, hahaha! Muito boa! E a música da Celi é histórica... Hahaha...