quarta-feira, 20 de dezembro de 2006

Pinel de Primeira: O Manu du anu

Por Olvídio Mor Horelhãns

Promessa. Atuando com brilhantismo nas categorias de base do PTr (Partido dos Truta), Juvenyl Aves, suspeito de chefiar um esqueminha de R$ 1 bilhão, promete muita garra e dedicação para chegar ao profissionalismo que a sigla exige na Câmara dos Despudorados. “Minha diplomação é o primeiro passo para isso”, orgulha-se.

Agora vai. Entidades sem fins lucrativos de direitos humanos exigem das autoridades baianas uma reconstituição da suposta facada recebida por ABCDM Neto. Acreditam que a pensionista acusada pela ação terá melhor sorte numa segunda oportunidade.

Cheque especial. Embaladas pelas compras de fim de ano, mulheres e amantes de parlamentares estão extrapolando nas aquisições confiando na elevação de salários que eles estão pleiteando. Caso tenham de devolver os mimos, prometem uma manifestação no Congresso.

Cidadania. Desfrutando de toda a comodidade que o meio oferece, cidadãos de bem irão promover a primeira passeata por e-mail até Brasília como forma de protesto pelo aumento de 91% dos vencimentos dos parlamentares.

Finanças. Caso a engorda salarial não vingue,
Alto Consuelo, candidato à reeleição na Câmara, terá de recorrer a empréstimos pessoais para manter de pé a promessa de lotar as galerias da Casa com o seu principal cabo eleitoral, o saci-pererê.

Visita de Primeira. Eleito o “Manu du anu” pela revista “Carceragem”, Marcos Ervas Macho, o Mancola, foi recebido para café da manhã, almoço e janta. Estava acompanhado de seus assessores
Cráudio “Taturana” Lambo, Salvo Engano Filho e Agachei Furôajaca.

2 comentários:

annie disse...

Simplesmente sensacional!

Adorei a passeata por email... E o saci-pererê. Hahahaha!

Guto disse...

E ai, vamos atualizar isso aqui mais seguidamente?